Ir para conteúdo

Conteúdos pela internet para acompanhar no Halloween

No mês do Halloween, gosto de acompanhar conteúdos de outros sites e pessoas que sejam especialistas no gênero terror. Quando percebi, já havia uma lista de respeito com nomes que valem a pena ser compartilhados.

The Literary Raven

No perfil, a autora e mestre em Letras, Amanda Leonardi, publica minicontos de terror e poemas em português e em inglês, além de resenhas de vários livros do gênero, de sua autoria. Seus textos tem uma relação profunda com o universo de Edgar Allan Poe, autor que foi assunto de seu mestrado na UFRGS.

Fright Like a Girl

No site de Jéssica Reinaldo, tem uma infinidade de resenhas e material para se deleitar. Uma ótima pedida para pesquisar e saber por onde começar ou complementar sua lista de leituras, séries e filmes de terror. Jessica também mantém o instagram atualizado com várias publicações relacionadas ao gênero. E com Michelle Henriques, ela comenta sobre filmes de terror dirigidos por mulheres no videocast The Witching Hour.

Querido Clássico

O site brasileiro Querido Clássico, com textos sempre aprofundados de obras clássicas de vários períodos, terá um texto por dia a respeito de clássicos do terror, além de uma leitura coletiva de Drácula e o Cineclube Clássico sobre A Morte Lhe Cai Bem. Você pode acompanhar tudo pelo site e pela conta no instagram.

Seminário de Estudos do Gótico: há cerca de um mês, houve uma série de conferências transmitidas no Youtube sobre o Gótico organizado pela Universidade Federal de Santa Catarina. Algumas das mesas estão disponíveis no canal.

Tea With Mel: o canal de Melina Souza vai rolar a maratona literária de terror, e sua conta no instagram é uma fofura à parte, toda criada na estética do Halloween e do outono. Tem até dicas de como fazer fantasminhas de biscoito.

Rachel Maksy: no canal da americana Rachel Maksy, o mês do Halloween é povoado por videos especiais de criação de cosplays, vestes de época e tudo relacionado ao vintage, transformado no tema do terror. No instagram, ela também publica ensaios fotográficos do tema. Destaco o vídeo em que ela transforma a criatura do Lago Negro numa musa pin-up, é simplesmente perfeito e hilário.

Marina Franconeti Ver tudo

Escritora e Mestre em Filosofia na USP, na área de Estética, com a pesquisa Confrontos do olhar: a pintura e a figuração feminina por Édouard Manet. Ama pintar aquarelas, descobrir a magia nas tintas e na prosa do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderno Jota

O cinema, a vida e tudo o mais

um velho mundo

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Limonada

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Momentum Saga

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Aline Valek

Blog da escritora

na cabeceira

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Querido Clássico

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Fright Like a Girl

A palavra escrita brilha como uma janela acesa no caos. E, então, ela alça voo e dança no ar.

Cine Varda

duas amigas apaixonadas por cinema, escrevendo sobre mulheres

Cinema na Varanda

Podcast semanal com Chico Fireman, Michel Simões e Tiago Faria

Artrianon

Arte e cultura

Rainhas Trágicas

Mulheres notáveis que fizeram História

Sopa de Letras

Literatura e outros

"Entre Aspas"

"Sempre conservei uma aspa à direita e outra à esquerda de mim". {Clarice Lispector}

Antimidia Blog

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

sigoescrevendo

Um manifesto de palavras sob a regência de cada momento.

%d blogueiros gostam disto: